Bolsas asiáticas fecham em alta em reação à ata do Fed

Na China continental, o índice Xangai Composto subiu 0,3%, a 2.389,37 pontos, encerrando o dia no maior nível desde 20 de fevereiro de 2013

São Paulo – As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta quinta-feira, reagindo à indicação pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de que não está com pressa de elevar as taxas de juros dos EUA das atuais mínimas históricas.

Na ata de sua última reunião de política monetária, publicada ontem, o Fed afirmou que seus dirigentes estão preocupados com o impacto do dólar forte e da desaceleração global no crescimento e inflação dos EUA.

Para analistas, o comentário significa que o Fed poderá adiar o aumento dos juros básicos.

Na China continental, o índice Xangai Composto subiu 0,3%, a 2.389,37 pontos, encerrando o dia no maior nível desde 20 de fevereiro de 2013.

O Xangai acumulou ganhos de 4,3% nas últimas oito sessões, a maior sequência de valorização desde fevereiro do ano passado.

O Shenzhen Composto, que acompanha empresas menores, também avançou 0,3%, a 1.355,71 pontos.

Ontem, o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, determinou que as principais autoridades do país se esforcem para cumprir a meta de crescimento deste ano, de 7,5%, e prometeu que o governo tomará novas medidas direcionadas de estímulo, se necessário.

Pequim também planeja lançar uma série de projetos de investimento até o fim do ano em setores como o hídrico, de proteção ambiental e de tecnologia de informação, segundo comunicado publicado na página do governo na internet.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng teve ganho de 1,17%, a 23.534,53 pontos, revertendo as perdas de ontem.

O FTSE Straits Times, de Cingapura, também teve forte desempenho, com avanço de 1,01%, a 3.259,25 pontos, mas no mercado taiwanês, o Taiex mostrou alta mais modesta, de 0,13%, a 8.966,44 pontos, e o filipino PSEi subiu 0,2%, a 7.201,89 pontos.

A Bolsa de Seul não operou devido a um feriado na Coreia do Sul.

Na Oceania, o mercado australiano também foi impulsionado pelos comentários do Fed.

O índice S&P/ASX 200, das ações mais negociadas em Sydney, avançou 1,1%, a 5.296,70 pontos, após fechar o pregão anterior no menor nível em oito meses.

No setor minerador, a BHP Billiton ganhou 1,2%, a produtora de ouro Newcrest Mining subiu 2,9% e a OZ Minerals saltou 5,7%.

Por outro lado, a Rio Tinto caiu 0,1% e a Fortescue perdeu 1,5%, depois que o preço do minério de ferro voltou a ficar abaixo de US$ 80,00 por tonelada.

Com informações da Dow Jones Newswires.