Bolsas asiáticas caem com foco em estímulos nos EUA

As ações foram pressionadas pela nova sinalização de que o Fed poderá reduzir os estímulos à economia em breve

São Paulo – As bolsas no mercado asiático seguiram as perdas registradas em Nova York na véspera e fecharam em queda, pressionadas pela nova sinalização de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) poderá reduzir os estímulos à economia em breve.

A ata da última reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) revelou que os membros do Fed esperam começar a reduzir o programa de compras de US$ 85 bilhões ao mês em bônus “nos próximos meses”. O documento também mostrou que as taxas de juros de curto prazo devem continuar em níveis baixos por um longo período após o fim do programa.

O índice dos gerentes de compras (PMI) da China também reforçou um tom negativo nos mercados asiáticos. O número preliminar do PMI industrial para novembro mostrou queda para 50,4, de 50,9 em outubro, como esperado. Leituras acima de 50 indicam expansão na atividade manufatureira.

Apesar disso, o índice Xangai Composto encerrou o dia na estabilidade, aos 2.205,77 pontos, enquanto o Shenzhen Composto recuou 0,5%, para 1.055,92 pontos. O índice Hang Seng também encerrou em baixa de 0,5% e caiu para 23.580,29 pontos, depois de cinco pregões em alta.

Ao mesmo tempo em que os investidores avaliam sinais de enfraquecimento na economia, eles aguardam potenciais oportunidades de investimentos que surgem da agenda de reformas do governo. Em meio a esse sentimento misto, analistas disseram esperar que o mercado se mova de lado nas próximas semanas.

“É razoável que o mercado respire depois de um rali e leva tempo para os investidores digerirem o plano de reformas”, disse Amy Lin, analista na Capital Securities. As ações no setor de defesa e entre as seguradoras cederam à realização de ganhos após o recente rali.

Devido aos temores com o Fed, o índice S&P/ASX 200, no mercado australiano, fechou em baixa de 0,4% e atingiu os 5.288,3 pontos, o menor nível desde 18 de outubro. As ações entre os produtores de ouro e no setor financeiro se destacaram entre as quedas.

Em Taiwan, o índice Taiwan Weighted encerrou em baixa de 1,3%, a 8.099,45 pontos, enquanto o PSEi, nas Filipinas, recuou 0,5%, para 6.122,89 pontos, e o Kospi, na Coreia do Sul, caiu 1,2%, aos 1.993,78 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.