Bolsa mostra fraqueza e Via Varejo lidera ganhos

Às 11:38, o Ibovespa caía 0,62 por cento, a 84.559 pontos

São Paulo – A bolsa brasileira mostrava fraqueza na manhã desta terça-feira, com o noticiário corporativo ocupando o foco das atenções, tendo entre os destaque positivos Via Varejo e Grupo Pão de Açúcar, em meio a possível parceria de seu controlador, o Casino, com a Amazon.

Às 11:38, o Ibovespa caía 0,62 por cento, a 84.559 pontos. O volume financeiro era de 2,33 bilhões de reais.

No mercado financeiro internacional, o tom era relativamente tranquilo, conforme seguem arrefecendo temores de uma guerra comercial em meio a sinalizações de que as principais economias do mundo estão negociando a questão de tarifas com Estados Unidos. Em Wall Street, o S&P 500 recuava 0,05 por cento.

Destaques

– VIA VAREJO UNIT e GRUPO PÃO DE AÇÚCAR PN subiam 3,38 e 3,57 por cento, respectivamente, liderando os ganhos do Ibovespa, após notícias de que a norte-americana Amazon.com e o francês Casino, que controla ambas as empresas brasileiras, estão em negociações para uma parceria no Brasil ou para a venda da Via Varejo.

– SABESP ON desabava 8,29 por cento, no pior desempenho do Ibovespa, após a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) propor reajuste tarifário de 4,7744 por cento, em sua nota técnica preliminar da segunda revisão tarifária. A proposta entra agora em período de consulta e de audiência pública, que vai até 17 de abril.

– VALE ON cedia 1,17 por cento, apesar da alta dos preços do minério de ferro à vista, o que pesava negativamente.

– BRF ON perdia 1,89 por cento, em sessão negativa para o setor de proteínas na bolsa, tendo no radar notícia de que dará férias coletivas de um mês para cerca de 3 mil funcionários na unidade de abate de aves em Capinzal, em Santa Catarina, para ajustar a produção em meio a restrições de exportação para a Europa.

– CSN ON subia 0,70 por cento, na contramão da fraqueza de outras siderúrgica listadas no Ibovespa, após divulgação do resultado do último trimestre de 2017, com lucro líquido de 378 milhões de reais, ante lucro de 256 milhões de reais de julho a setembro, apoiada por aumento de preços do aço.

– MAGAZINE LUIZA ON recuava 2,9 por cento, após subir quase 5,5 por cento na véspera, fechando a 100 reais. No ano, até a segunda-feira, o papel acumulava elevação de quase 25 por cento.

– ELETROBRAS PNB e ELETROBRAS ON recuavam 1,85 e 1,23 por cento, respectivamente. A estatal de energia divulgou prejuízo líquido de 3,998 bilhões de reais no quarto trimestre de 2017, ante prejuízo líquido de 6,258 bilhões em igual período de 2016, quando o balanço foi prejudicado por pesadas provisões e baixas contábeis.