BOLSA EUROPA-Índice tem leve alta com expectativa por estímulos

LONDRES, 11 de outubro (Reuters) – O principal índice
europeu de ações fechou na máxima em duas semanas nesta
segunda-feira, amparado pela persistente expectativa de que o
Federal Reserve acionará esforços para dar suporte à economia.
Investidores também esperam os balanços corporativos nos
Estados Unidos para assumirem uma direção.

O FTSEurofirst 300 , que mede a oscilação dos
principais papéis do continente, terminou em alta de 0,28 por
cento, a 1.073 pontos. A sessão foi fraca em volume de
negócios, devido ao feriado do Columbus Day nos Estados Unidos,
onde as bolsas de valores abriram, mas o mercado de títulos
permanece fechado.

“Os mercados estão de bom humor, mas os volumes estão
baixos por causa do Columbus Day. Fora isso, estamos esperando
os resultados corporativos nesta semana para (definirmos) o
próximo movimento”, disse Simon Clark, operador sênior do ETX
Capital.

Fracos dados macroeconômicos do outro lado do Atlântico nas
últimas semanas, incluindo o fechamento de postos de trabalho
nos EUA acima do esperado, realimentaram expectativas de que o
Fed embarque em nova rodada de “quantitative easing” para
impulsionar a recuperação econômica.

Os destaques individuais de alta na Europa incluíram o
grupo financeiro franco-belga Dexia , que subiu 6,9
por cento antes do encontro na terça-feira de executivos da
empresa com um investidor, que pode culminar numa potencial
fusão.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta
de 0,26 por cento, a 5.672 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,28 por cento,
para 6.309 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,14 por cento, a
3.768 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de
0,42 por cento, para 20.837 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 retrocedeu 0,19 por
cento, a 10.700 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou com oscilação
negativa de 0,05 por cento, para 7.778 pontos.

(Por Harpreet Bhal)