BOLSA EUA-Índices sobem com vigor e S&P bate máxima em 4 meses

(Texto atualizado com mais informações)

Por Ryan Vlastelica

NOVA YORK, 20 de setembro (Reuters) – O índice S&P 500
fechou a sessão desta segunda-feira em seu nível mais
alto em quatro meses, finalmente superando a marca técnica dos
1.130 pontos, enquanto uma leva de notícias positivas de
empresas gerou otimismo entre investidores.

A alta nos mercados de ações ocorre um dia antes da reunião
do Federal Reserve em que o banco central norte-americano deve
renovar sua promessa de manter seu portfolio, mas não há
expectativa de que o Fed tome novas medidas para aliviar a
política monetária.

O índice S&P 500 teve dificuldade para finalmente se manter
acima dos 1.130 pontos, movimento que ensaia desde junho. Os
ganhos desta segunda-feira podem dar impulso ao mercado caso
convença investidores institucionais de que o rali de 8,9 por
cento do índice em setembro deve continuar.

“Vinhamos esperando passar desse nível, e com a quebra da
marca, fica difícil ser muito pessimista agora”, disse o
analista de mercado e técnico da Shields & Co, Frank Gretz.

As ações da IBM foram umas das que mais
impulsionaram o índice Dow Jones, por sua vez, após a companhia
de tecnologia ter fechado a compra da Netezza por 1,7
bilhão de dólares, o mais recente de uma leva de negócios que
vêm sendo anunciados no setor.

O volume de operações da sessão, no entanto, foi baixo.
Cerca de 7,16 bilhões de papéis foram negociados nas bolsas de
Nova York, American Stock Exchange e Nasdaq, ante a média
diária estimada do ano passado de 9,65 bilhões. O mercado de
ações dos EUA tem tido um volume moderado nos últimos dias, e
operadores esperam por um catalisador para impulsionar as
negociações e confirmar que o mercado se recuperou de fato.

No fechamento desta segunda-feira, o índice Dow Jones
, referência da bolsa de Nova York, avançou 1,37 por
cento, para 10.753 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq
subiu 1,74 por cento, para 2.355 pontos. O índice
Standard & Poor’s 500 teve valorizaçãoo de 1,52 por
cento, para 1.142 pontos.

(Reportagem adicional de Rodrigo Campos)