Bolsa de Tóquio sobe 2,3% com desvalorização do iene

O otimismo dos investidores foi ajudado, em grande parte, pela desvalorização da moeda japonesa, que elevou as ações

Tóquio – A Bolsa de Tóquio protagonizou um poderoso rali nesta quarta-feira, com o índice Nikkei fechando no mais alto nível em mais de seis meses. O otimismo dos investidores foi ajudado, em grande parte, pela desvalorização do iene, que alavancou as ações de exportadores proeminentes como Kyocera e Honda Motor.

O Nikkei ganhou 208,27 pontos, ou 2,3%, e terminou aos 9.260,34 pontos, após alta de 0,6% no pregão de terça-feira. Foi o maior fechamento desde 5 de agosto. O volume de negociações foi recorde no ano e atingiu 2,9 bilhões de ações, o maior desde 9 de agosto.

A tendência de enfraquecimento do iene deu combustível para a disparada do mercado, em meio a alguma trégua na crise da dívida soberana europeia e após o Banco do Japão inesperadamente anunciar uma expansão do seu programa de compra de ativos na terça-feira. Segundo estrategistas, a ação agressiva do BOJ elevou as expectativas de que as empresas japonesas poderão recuperar os ganhos no próximo ano fiscal.

“Duas questões – vendas e taxas de câmbio – foram vistas como chaves para a recuperação dos lucros empresariais para o próximo ano”, disse Yutaka Shiraki, estrategista sênior da Mitsubishi UFJ Securities Morgan Stanley. “A proverbial luz no final do túnel está agora a ser vista em qualquer caso.”