Bolsa de Tóquio sobe 1% com reunião do G7 e do BCE

Os investidores mostraram otimismo em relação às próximas reuniões do G7 e do Banco Central Europeu, que poderão trazer alívio para a crise da dívida europeia

Tóquio – A Bolsa de Tóquio, no Japão, fechou em alta nesta terça-feira. Os investidores mostraram otimismo em relação às próximas reuniões do G7 e do Banco Central Europeu, que poderão trazer alívio para a crise da dívida europeia. O setor tecnológico, puxado por nomes como Canon e TDK, liderou o rali.

O Nikkei subiu 86,37 pontos, ou 1%, e terminou aos 8.382,00 pontos, encerrando quatro pregões seguidos de baixa que culminaram com o declínio de 1,7% na sessão de segunda-feira. O volume de negociações teve ligeiro aumento, mas permaneceu fraco, com 1,8 bilhão de ações.

“Qualquer menção por líderes globais de medidas para estabilizar o sistema financeiro da Europa pode acalmar o mercado e convidar para algumas compras”, disse Masaru Hamasaki, estrategista-chefe da Toyota Asset Management.

No entanto, “os investidores não estão susceptíveis para digerir todas as possíveis pistas positivas, dado o caos persistente na Europa”, acrescentou Hamasaki, sugerindo que os ganhos do Nikkei podem ser limitados num futuro próximo.

As empresas de tecnologia lideraram a alta, ajudadas pela recente pausa no fortalecimento do iene, com o euro se recuperando. As informações são da Dow Jones.