Bolsa de Tóquio sobe 0,1%, com caçadores de ofertas

A presença de investidores em busca de ofertas de ocasião, como Fanuc, e o rali em imobiliárias, como Mitsui Fudosan, foram suficientes para elevar o índice Nikkei

Tóquio – A Bolsa de Tóquio, no Japão, fechou em ligeira alta nesta quinta-feira. A presença de investidores em busca de ofertas de ocasião em peso pesodos, como Fanuc, e o rali em imobiliárias, como Mitsui Fudosan, foram suficientes para levar o Nikkei para o território positivo, depois de o índice cair para o seu menor nível em mais de quatro meses na sessão da manhã.

O Nikkei adicionou 6,78 pontos, ou 0,1%, e terminou aos 8.563,38 pontos, após desabar 2% na sessão de quarta-feira – no intraday, contudo, o índice caiu abaixo dos 8.500 pontos, seu pior resultado desde meados de janeiro. O volume de negociações foi de 1,8 bilhão de ações, em linha com as recentes tendências de participação.

O índice esteve sob pressão no início do pregão, em meio à persistente fraqueza do euro devido às crescentes preocupações sobre a continuidade da Grécia na zona do euro. Na maioria da sessão, o euro trocou de mãos bem abaixo da marca de 100 ienes.

“A queda do euro é certamente uma preocupação, mas a falta de ação do Banco do Japão aumentou o impacto sobre o mercado de títulos e a relação dólar-iene”, disse Tatsunori Kawai, estrategista-chefe da kabu.com. “O nível de 80 ienes (por dólar) é ponto crítico para os ganhos de muitas empresas exportadoras.”

“O euro é um termômetro do apetite pelo risco e, desse modo, um euro mais fraco implica preços de ações mais fracos”, afirmou Nicholas Smith, estrategista de ações da CLSA. “Prever quando o pânico de vendas irá acabar é difícil.”

Durante o pregão, o PMI preliminar de maio da China, que veio mais fraco do que no mês anterior, foi mais uma razão para o pessimismo. O índice agravou as preocupações sobre o crescimento econômico chinês.

Mas as vendas permitiram que muitos players relaxassem suas posições curtas, pois grande parte do pessimismo sobre a China já estava precificado, observou um trader de renda variável de uma corretora estrangeira. Isso permitiu uma posterior pressão por compras que levantou o mercado. As informações são da Dow Jones.