Bolsa de Tóquio despenca 5% pouco antes da vitória de Trump

A Bolsa do Japão fechou em queda de 5,36%, maior desvalorização desde 24 de junho, quando o Brexit foi confirmado

São Paulo – A Bolsa de Tóquio fechou nesta quarta-feira com a maior queda porcentual desde o fim de junho, em meio a sinais de que o republicano Donald Trump poderá vencer a eleição presidencial nos EUA.

O Nikkei, que reúne as ações mais negociadas na capital do Japão, sofreu um tombo de 5,36%, encerrando o pregão a 16.251,54 pontos. A desvalorização do índice foi a maior desde 24 de junho, quando foi anunciado que o Reino Unido votou por sua saída da União Europeia (o chamado “Brexit”).

Segundo as últimas informações, Trump está liderando a disputa pelos votos no Colégio Eleitoral contra a adversária democrata, Hillary Clinton.

De modo geral, os investidores têm preferência pela vitória de Hillary, por considerá-la mais previsível que Trump.

O “risco” Trump também impulsionou o iene ao maior nível ante o dólar desde 30 de setembro durante a madrugada, prejudicando as ações de grandes exportadoras japonesas, como montadoras.

No setor automotivo, destacaram-se em baixa a Mazda (-8,66%), a Honda (-7,83%) e a Toyota (-6,52%).

Grandes conglomerados financeiros também ficaram pressionados no mercado japonês. Foi o caso do Sumitomo Mitsui Financial (-6,10%) e do Mitsubishi UFJ Financial (-5,93%).

Com informações da Dow Jones Newswires.