Bolsa de Tóquio cai 0,3% com alta do iene sobre o dólar

Tóquio – A Bolsa de Tóquio fechou em queda, pois a cotação firme do iene manteve sob pressão as ações do setor de exportação pela maior parte do dia. Uma súbita alta do dólar e um grande volume de compras de ações da Honda no final da tarde chegaram a puxar o índice para o território positivo, mas o Nikkei terminou o pregão com recuo de 27,02 pontos, ou 0,3%, fechando aos 9.936,12 pontos.

O iene foi o centro das atenções do dia, fortalecendo-se contra o dólar depois das declarações do presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), Ben Bernanke, que na quarta-feira deixou aberta a possibilidade de uma terceira rodada de afrouxamento quantitativo, ao mesmo tempo que a agência de classificação de risco Moody´s colocou em revisão para possível rebaixamento os títulos do governo norte-americano.

“Enquanto a pressão vendedora se avoluma sobre o dólar, os investidores colocam suas esperanças nos balanços dos EUA como possíveis catalisadores de compra da moeda”, disse Yumi Nishimura, analista da Daiwa Securities. Mais especificamente, os “players” do mercado estão de olho no balanço que o peso pesado do setor financeiro JPMorgan Chase divulga nesta quinta-feira, e nos resultados da Apple e da Intel, na próxima semana.

O dólar subiu repentinamente contra o iene no final da tarde, puxando a Bolsa para cima e alimentando a especulação de que o governo teria feito uma intervenção no câmbio. Mas o Nikkei logo devolveu os ganhos na medida em que tal especulação foi posta em dúvida. “Mesmo que tenha havido intervenção, a tendência geral de iene forte e dólar fraco não vai mudar”, disse Hisatsune Kobayashi, gerente geral da SMBC Nikko Securities, citando a contínua preocupação com a recuperação econômica dos EUA. As informações são da Dow Jones