Bolsa de NY fecha em queda com temor sobre Grécia

Nova York – O mercado norte-americano de ações fechou em queda, com a intensificação dos temores quanto à situação financeira da Grécia. Entre as ações que mais caíram estavam as dos setores financeiro e de materiais. “Hoje, foi o medo de alguma coisa ruim vir da Europa durante o fim de semana”, disse Paul Zemsky, diretor de alocação de ativos da ING Investment Management.

Embora os dados do PIB de vários países europeus e da zona do euro no primeiro trimestre tenham saído melhores do que se previa, a Comissão Europeia rebaixou suas projeções para o desempenho da economia da Grécia neste ano e advertiu que o déficit do governo grego deverá ser superior à meta.

O nervosismo do mercado também cresceu devido à expectativa de uma reunião entre o FMI e altos funcionários europeus, na próxima semana em Bruxelas, na qual a crise da Grécia deverá ser um dos temas principais.

No setor de tecnologia, as ações da Yahoo! caíram 3,61%, em meio a controvérsias em torno da participação da empresa no controle do Alibaba Group e da Alipay, da China. As da Rambus caíram 18%, depois de decisão desfavorável de um tribunal em uma disputa por patentes de semicondutores. As da Nvidia recuaram 11%, depois de a empresa divulgar resultados.

No setor financeiro, os destaques negativos do dia foram Bank of America (-2,21%), Citigroup (-2,10%) e JPMorgan Chase (-2,10%).

O índice Dow Jones fechou em queda de 100,17 pontos (-0,79%), em 12.595,75 pontos. O Nasdaq fechou em queda de 34,57 pontos (-1,21%), em 2.828,47 pontos. O S&P-500 fechou em queda de 10,88 pontos (-0,81%), em 1.377,77 pontos. O NYSE Composite fechou em queda de 84,51 pontos (1,00%), em 8.371,67 pontos. Na semana, o Dow Jones acumulou uma queda de 0,34%, o Nasdaq, uma alta de 0,03% e o S&P-500, uma baixa de 0,18%. As informações são da Dow Jones.