Bolsa de Londres avança com juros negativos no Japão

Às 8:30 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 tinha alta de 0,94 por cento

As ações europeias se recuperavam nesta sexta-feira, seguindo os ganhos da Ásia após o banco central japonês surpreender os mercados ao introduzir, em votação apertada, taxa de juros negativa em uma tentativa para reviver a inflação.

O banco central do Japão disse que vai cobrar 0,1 por cento pelo excesso de reservas deixadas com o banco, em uma política monetária agressiva para combater a deflação, da qual o Banco Central Europeu foi pioneiro.

“Ficou claro que os mercados acionários não podem se sustentar sozinhos. Enquanto a economia está abalada e o mundo sobrecarregado com alto endividamento, os bancos centrais e suas máquinas de imprimir dinheiro são um mal necessário para manter os mercados em pé”, disse o economista sênior do KBC em Bruxelas Koen De Leus.

Às 8:30 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 tinha alta de 0,94 por cento, a 1.330 pontos, após recuar 1,7 por cento na sessão anterior.

Entre os setores com maiores ganhos, o índice europeu de bancos subia 1,1 por cento após alguns resultados encorajadores.

O banco espanhol Banco Sabadell disparava cerca de 7,6 por cento após divulgar um salto de 91 por cento em seu lucro líquido anual, impulsionado pela aquisição do banco britânico TSB, que mais que compensou o aumento das provisões contra empréstimos ruins no quarto trimestre.