Bolsa busca recuperação após quedas recentes, mas cautela permanece

Às 11:38, o Ibovespa subia 0,43 por cento, a 83.215 pontos

São Paulo – O principal índice da bolsa paulista tinha leve alta nesta terça-feira, buscando uma recuperação após fechar abaixo dos 83 mil pontos na véspera, mas com a cautela pela cena política ainda no radar.

Às 11:38, o Ibovespa subia 0,43 por cento, a 83.215 pontos. O giro financeiro era de 2,13 bilhão de reais.

As incertezas com a eleição presidencial deste ano têm motivado o modo de cautela nos negócios, evitando que o Ibovespa volte às máximas vistas no início do ano.

“2018 verá uma das eleições presidenciais mais incertas desde que o Brasil se tornou uma democracia novamente”, escreveu a equipe de estratégia do BTG Pactual, em relatório a clientes.

No exterior, o viés positivo de Wall Street também ajudava a sustentar a tentativa de recuperação no mercado local. O S&P 500 tinha alta de 0,75 por cento.

Destaques

– USIMINAS PNA avançava 3,79 por cento, liderando a ponta positiva do índice, após a empresa anunciar a reativação do alto forno 1, que estava desligado desde 2015, para atender ao crescimento de demanda.

– CSN ON tinha alta de 2,11 por cento, tendo no radar a notícia do jornal O Estado de S.Paulo dizendo que a siderúrgica brasileira está em negociações avançadas para venda de unidade nos Estados Unidos.

– VALE ON subia 1,95 por cento, na contramão dos contratos futuros do minério de ferro na China, que fecharam em baixa.

– EMBRAER ON ganhava 1,19 por cento, após o Brasil conseguir o apoio da Organização Mundial do Comércio (OMC) para levar adiante suas queixas contra o Canadá em uma disputa sobre subsídios para os jatos CSeries da Bombardier, principal concorrente da fabricante brasileira de aviões.

– PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiam 0,82 por cento e 0,74 por cento, respectivamente, recuperando parte das perdas da véspera, embora os preços do petróleo no mercado internacional não tivessem viés muito definido.

– BRF ON caía 2,76 cento e liderava a ponta negativa do índice, diante da expectativa de confirmação de que plantas da empresa foram descredenciadas pela União Europeia.

– ELETROPAULO ON, que não faz parte do Ibovespa, disparava 13,05 por cento, após a Neonergia oferecer pagar 25,51 reais por ação para adquirir uma fatia da Eletropaulo.

– AZUL PN, que também não compõe o Ibovespa, avançava 2,34 por cento. No radar estava notícia da Reuters, de que a empresa aérea negocia com a Amazon a entrega de mercadorias no Brasil.