BOLSA ÁSIA-Mercados sobem com forte entrada de estrangeiros

Por Vikram S.Subhedar

HONG KONG, 4 de outubro (Reuters) – As bolsas asiáticas
atingiram suas máximas em dois anos nesta segunda-feira,
impulsionadas pelo interesse de investidores em mercados
emergentes.

A atividade manufatureira chinesa tem se mantido
surpreendentemente em alta, mantendo o mercado confiante quanto
às perspectivas da região e impulsionando as bolsas da região.

O índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia
Pacífico exceto Japão tinha alta de 0,7 por
cento, aos 453 pontos, maior nível desde junho de 2008.

“Os estrangeiros continuam comprando em meio à recente
fraqueza do dólar e uma preferência crescente por ações de
mercados emergentes”, disse Lee Jin-woo, analista de mercado na
Mirae Asset Securities, em Seul.

O forte fluxo de investimentos estrangeiros para a região
tem valorizado as moedas asiáticas, colocando pressão sobre os
bancos centrais regionais para intensificarem a intervenção,
limitando a entrada de capital especulativo.

Líderes financeiros se reúnem com o Fundo Monetário
Internacional (FMI) esta semana, e a ideia de países manterem
suas moedas fracas para o ganho de exportação tende a ser um
tema delicado.

O índice Nikkei da bolsa de TÓQUIO perdeu 0,25 por
cento, para 9.381 pontos, antes de decisão do Banco do Japão na
terça-feira.

“A volatilidade provavelmente continuará esta semana, tanto
após o evento de terça-feira quanto com dados de emprego nos
Estados Unidos também previstos para esta semana”, disse
Hiroaki Kuramochi, diretor na Tokai Tokyo Securities.

Em HONG KONG o índice Hang Seng subiu 1,17 por
cento, para 22.618 pontos. XANGAI não operou e TAIWAN
terminou praticamente estável, aos 8.246 pontos.

Em SEUL o índice ganhou 0,14 por cento, para 1.879
pontos.

A bolsa australiana fechou em alta de 1,01 por
cento, para 4.625 pontos.

CINGAPURA subiu 0,85 por cento, para 3.157
pontos.