Bolsa: 1ª queda em 10 sem; Trégua na Oi…

Bolsa: chega de alta?

O Ibovespa fechou o dia perto da estabilidade. Já na semana o índice quebrou a sequência e, após dez semanas seguidas de alta, acumulou perdas de 2,34%. A semana começou com perdas no preço do petróleo e terminou impactada pelas falas da presidente do banco central americano (Fed), Janet Yellen. Nesta sexta-feira, o índice oscilou entre uma alta de 1,62% e uma queda de 0,80%, com diferentes interpretações sobre a fala. Yellen afirmou pela manhã que o argumento para um aumento das taxas de juro se fortaleceu nos últimos meses. Logo depois, o vice-presidente do Fed, Stanley Fischer, disse em entrevista que o discurso de Yellen poderia sugerir até duas altas de juros ainda neste ano. Entre as ações mais negociadas estão as preferenciais da Petrobras e as do Itaú Unibanco, que subiram 0,16% e 1,2%, respectivamente.

_

360 mi de dividendos

O dia foi de euforia para as ações da companhia de energia elétrica Eletrobras, com uma alta de 10,9% nos papéis preferenciais. As ações subiram após a notícia de que a companhia poderá distribuir 360 milhões de reais em dividendos aos preferencialistas em 2017. Em conversa com a imprensa na quinta-feira, o diretor financeiro e de relações com investidores da companhia, Armando Casado, disse que, para isso, a companhia precisa terminar 2016 com lucro, ainda que seja reflexo da contabilização por ativos antigos de transmissão. No primeiro semestre, a Eletrobras acumulou lucro de 8,9 bilhões de reais, refletindo a contabilização com indenizações.

 _

Trégua na Oi?

As ações da companhia telefônica Oi também tiveram um dia de forte alta. Os papéis preferenciais subiram 12,8%. e os ordinários. 19,6%. A disparada veio após o fundo americano PointState Capital — que possui 6,3% da Oi — afirmar que vai votar a favor das mudanças propostas pelo acionista Nelson Tanure, que detém 8,3% da companhia. Há tempos Tanure trava uma batalha com a maior acionista da Oi, a Pharol (antiga Portugal Telecom), por mudanças na estrutura da companhia. Uma assembleia de acionistas marcada para 8 de setembro votará a destituição de membros do conselho ligados à Pharol e a eleição de indicados por Tanure. A briga dos acionistas é considerada hoje um dos principais problemas para destravar o processo de recuperação judicial da Oi.

 _

Bandeira verde

A conta de luz dos brasileiros do mês de setembro não terá encargos adicionais do sistema de bandeiras tarifárias. Esse será o sexto mês de vigência da bandeira verde, que sinaliza custos baixos. O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico, Luiz Eduardo Barata, explicou que, devido ao nível dos reservatórios, não será necessário acionar térmicas mais caras, que levariam à cobrança adicional.

 _

6.000 no PDV da Petro

A Petrobras contabilizou até o momento 6.100 adesões a seu plano de desligamento voluntário lançado em abril — o prazo termina no fim deste mês. Quando o programa foi lançado, a petroleira explicou que, num cenário em que todos os 12.000 empregados em condições de se aposentar se inscrevessem, a empresa teria um custo de 4,4 bilhões de reais com as demissões e uma economia de 33 bilhões de reais até 2020.