BM&FBovespa notifica OGX para recompor conselho

A instituição cobrou da petroleira uma adequação às regras do Novo Mercado, segmento que exige um padrão mais elevado de governança corporativa

Rio de Janeiro – A OGX, petroleira do empresário Eike Batista, foi notificada na quinta-feira, 11, pela BM&FBovespa. A instituição cobrou da petroleira uma adequação às regras do Novo Mercado, segmento que exige um padrão mais elevado de governança corporativa.

A BM&FBovespa deu até o dia 12 de setembro para que a companhia recomponha seu conselho de administração.

A normas do Novo Mercado exigem que a companhia tenha, no mínimo, cinco integrantes no conselho de administração, sendo ao menos um deles independente.

Nas últimas semanas, todos os quatro conselheiros independentes renunciaram ao cargo. Caso a OGX não se ajuste à regra, a petroleira de Eike pode ser excluída do Novo Mercado e ainda será obrigada a pagar uma multa.