BCE tem limite semanal para adquirir dívida soberana, diz jornal

Segundo uma publicação alemã, órgão vai usar no máximo 20 bilhões de euros por semana na compra de títulos

Frankfurt – O Banco Central Europeu (BCE) acertou internamente intervir no mercado da dívida soberana da zona do euro com um limite de 20 bilhões de euros semanais.

A informação é da edição da sexta-feira do jornal alemão ‘Frankfurter Allgemeine Zeitung’ (FAZ), que não citou fontes.

O limite é considerado ‘um segredo’ por círculos do banco, pois há temores de que poderia incentivar as especulações.

O BCE começou a comprar dívida soberana da zona do euro no mercado secundário para ajudar a Grécia a se refinanciar, já que era penalizada pelos mercados.

Além disso, no dia 8 de agosto o BCE, que não pode adquirir a dívida no mercado primário, onde é emitida diretamente pelos Estados, ampliou o programa de compra de bônus soberanos para apoiar países como a Itália e a Espanha, a terceira e a quarta economias da zona do euro, respectivamente.

O banco europeu adquiriu até agora dívida soberana da zona do euro no valor de 187 bilhões de euros.