BC do Japão anuncia meta de juros, e Bolsa de Tóquio sobe

O Banco do Japão anunciou uma nova meta de juros de longo prazo, o que fez com que a Bolsa de Tóquio subisse quase 2%

Tóquio – A Bolsa de Tóquio fechou em alta nesta quarta-feira, impulsionada por ações de bancos e seguradoras, após o Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) introduzir uma nova meta de juros de longo prazo e decidir não cortar ainda mais sua taxa de depósitos.

O Nikkei, que reúne as empresas mais negociadas na capital japonesa, subiu 1,91%, encerrando o dia a 16.807,62 pontos, depois de registrar leve perda de 0,16% no pregão anterior.

Após concluir reunião de política monetária de dois dias, o BoJ introduziu hoje uma meta de 0% para o juro dos bônus do governo japonês (JGBs) de 10 anos, mas decidiu manter a taxa de depósitos em -0,1%, nível em que se encontra desde fevereiro.

Segundo o presidente do BoJ, Haruhiko Kuroda, a nova meta passará a ser o “pilar central” da política de relaxamento da instituição.

“O BoJ deu flexibilidade à política existente de relaxamento”, comentou Soichiro Monji, gerente geral de pesquisa econômica da Daiwa SB Investments. “Eles só comprarão (JGBs) que estejam disponíveis.”

Já para Ichiro Yamada, gerente geral do departamento de ações da Fukoku Mutual Life Insurance, a iniciativa do BoJ foi “quase a melhor” de todas as opções disponíveis.

Na avaliação de Koji Toda, chefe de gestão de fundos do Resona Bank, o “BoJ claramente alterou sua política, prestando atenção aos efeitos adversos das taxas negativas”.

No setor financeiro, destacaram-se em Tóquio os papéis do Mitsubishi UFJ Financial Group (+7,4%), do Sumitomo Mitsui Financial Group (+7,3%) e do Mizuho FG Financial Group (+6,8%). Já a seguradora Dai-ichi Life Insurance Co. saltou 7,4%.

Fonte: Dow Jones Newswires.