Barril do Texas fecha em queda

Nova York – O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) para entrega em janeiro fechou nesta sexta-feira em baixa de 0,36%, cotado a US$ 93,53 por barril, após a agência de classificação de risco Fitch ameaçar reduzir a nota da dívida soberana de vários países europeus, entre eles Espanha e Itália.

Ao término do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de futuros do WTI caíram US$ 0,34 em relação ao preço de fechamento de quinta-feira.

O barril do Texas acumulou assim uma baixa de 5,91% durante uma semana turbulenta. Pelo terceiro dia consecutivo, a cotação do WTI se viu pressionada em baixa pelo contínuo pessimismo dos investidores sobre a crise da dívida da zona do euro, cuja solução ‘ainda está longe de ser atingida’, segundo a Fitch.

Os contratos de gasolina com vencimento em janeiro permaneceram estáveis, negociados a US$ 2,48 por galão (3,78 litros), enquanto os de gasóleo para calefação para entrega no mesmo mês caíram US$ 0,02 e fecharam valendo US$ 2,80 por galão.

Já os contratos de gás natural com vencimento em janeiro não tiveram variações e terminaram cotados a US$ 3,12 por galão.