Barril do Brent fecha em alta de 1,49%

O máximo alcançado no dia de hoje foi US$ 125,55, e o mínimo, US$ 123,30

Londres – O barril de petróleo Brent, de referência na Europa, subiu nesta sexta-feira 1,49%, até fechar em US$ 125,47 no mercado de futuros de Londres, ainda afetado pelo corte das exportações iranianas.

O petróleo do Mar do Norte para entrega em abril terminou no Intercontinental Exchange Futures com um aumento de US$ 1,75 em relação ao pregão anterior, quando fechou cotado em US$ 123,62.

O máximo alcançado no dia de hoje foi US$ 125,55, e o mínimo, US$ 123,30.

Mais uma vez, o Brent foi influenciado pela suspensão das exportações do petróleo iraniano para o Reino Unido e a França no domingo passado, um gesto simbólico contra o embargo imposto pela UE e que está previsto para começar em 1º de julho.

Além disso, apesar dos analistas acreditarem que o Irã poderá destinar boa parte de seu petróleo para a Índia e a China, que não participam do embargo, o país pode reduzir sua produção devido à queda de demanda do Japão e da Coreia do Sul, sob pressão dos Estados Unidos.

Aliado à tensão no Irã, existe inquietação pela redução da produção de outros países que vivem conflitos internos, como Sudão do Sul, Iêmen ou Síria.