Bancos franceses vencem apelação contra multa de 385 mi de euros

Como as taxas eram apenas interbancárias, não tinham relação direta com as que os clientes pagam, segundo a decisão, publicada no site da autoridade antitruste.

PARIS – Uma corte de Paris deferiu a apelação de 11 bancos franceses contra a multa de 384,9 milhões de euros (512 milhões de dólares) que a autoridade antitruste francesa impôs sob alegação de suposto conluio em taxas de cheques.

A decisão estabelece a restituição da multa de 2010 a BNP Paribas, Société Générale, Crédit Agricole e outros bancos acusados de se unirem entre 2000 e 2007 para estabelecer as taxas interbancárias de cheques, já que a compensação estava sendo reestruturada por causa do euro.

A Justiça concluiu que o acordo que criou as taxas não tem ligação com formação de cartel.

Como as taxas eram apenas interbancárias, não tinham relação direta com as que os clientes pagam, segundo a decisão, publicada no site da autoridade antitruste.