Banco do Brasil anuncia oferta de R$ 5,7 bilhões em ações

Investidor poderá comprar papéis via fundos a partir de R$ 100

O Banco do Brasil anunciou hoje uma oferta de ações da instituição que pertencem ao banco e ao Fundo de Investimentos do FGTS (FI-FGTS), no valor de R$ 5,7 bilhões. A operação será coordenada pela Caixa Econômica Federal, que é também responsável pela gestão do FI-FGTS. Serão 132 milhões de ações, sendo 64 milhões de ações pertencentes ao BB e 138 milhões ao FI-FGTS. O prazo para reservar as ações começa no dia 10 e termina dia 16 de outubro e a liquidação da operação ocorrerá em 22 de outubro. O valor mínimo para compra direta no varejo será de R$ 3 mil e o máximo de R$ 1 milhão.

Serão criados também fundos específicos no Banco do Brasil e na Caixa para quem não quiser comprar diretamente as ações, um sistema parecido com o de outras grandes ofertas, como da Petrobras e da Vale. Os Fundos de Investimento em Ações (FIA) do BB e da Caixa permitirão o investimento nos bancos, sem necessidade de abrir conta em corretora. A aplicação mínima será de R$ 100,00.

Em relatório enviado aos clientes, o Banco Bradesco de Investimentos avalia que a oferta não muda os fundamentos do BB e representa cerca de cinco dias de negócios do banco estatal, tendo portanto impacto limitado nos preços dos papéis. O BBI tem recomendação neutra para a ação do BB, com preço-alvo de R$ 48,00.

Essa notícia foi publicada originalmente no site Arena do Pavini