Banco Cruzeiro do Sul dá apenas um dia para investidor reservar ações

Interessado terá apenas o dia 27 de abril para comprar os papéis da instituição

São Paulo – O banco Cruzeiro do Sul (CZRS4) alterou  nesta segunda-feira (19) o seu cronograma da oferta de novas ações da instituição. De acordo com o comunicado arquivado na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), o início do período de reservas dos papéis passou de 21 de abril para o dia 27 do mesmo mês.

Desta vez, entretanto, o investidor interessado em comprar os papéis não terá mais 8 dias para realizar a operação. Agora, o prazo de reserva também termina no dia 27. A fixação do preço por ação permanece agendada para o dia 28 e o início dos negócios na BM&FBovespa acontece no dia 30. Considerando o montante total de ações a serem vendidas e o preço de fechamento da última sessão (12,58 reais), o banco pode captar até 427,77 milhões de reais.

De acordo com o prospecto da oferta, o Cruzeiro do Sul pretende utilizar os recursos para ampliar a base de capital da instituição e, consequentemente, aumentar a carteira de crédito com o principal foco nas operações de crédito consignado. O restante será destinado para operações de capital de giro de curto prazo atrelado ao desconto de recebíveis.
 
Em fevereiro, o Cruzeiro do Sul teve a oferta paralisada por conta de uma solicitação de adequação do prospecto pedida pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). A autarquia questionou a forma de capitalização de um FIDC (Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios). O banco abriu o capital em junho de 2007. Os bancos coordenadores da oferta são o Bank of America Merrill Lynch e o BTG Pactual.

Novo cronograma da oferta do Cruzeiro do Sul http://d1.scribdassets.com/ScribdViewer.swf