Ativa reduz potencial de ganho para ações da Positivo Informática

Perda de vantagem tributária nos computadores comercializados em São Paulo deve diminuir a margem de lucro da companhia

Com perspectivas de resultados aquém dos esperados, a corretora Ativa revisou para baixo suas projeções para as ações da Positivo Informática (POSI3). A corretora, que a princípio acreditava que os papéis da companhia chegariam a dezembro de 2008 cotados a 51,20 reais, reavaliou o cenário e, agora, não espera valorização acima de 43,00 reais.

Mesmo com a queda de perspectiva, as ações da companhia ainda contam com um potencial de alta de 100% frente ao fechamento da última sexta-feira (4/4), quando os papéis foram cotados a 21,50 reais. Isso faz com que a recomendação da Ativa para as ações continue sendo de compra. Nesta segunda-feira, as ações da Positivo eram negociadas a 21,73 reais às 12h35 na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), em alta de 1,06%.

O principal motivo para a revisão das projeções foi a perda de vantagens tributárias no estado de São Paulo após mudanças na legislação, que entraram em vigor no mês passado ( clique aqui e saiba mais). Com isso, a Positivo, que vende cerca de 30% de sua produção em São Paulo, estima que terá uma queda de 1,5 ponto percentual em sua margem de lucro caso não repasse ao consumidor o aumento de custo.

Além disso, a competição no setor, segundo a Ativa, deve se acirrar nos próximos meses, o que pode reduzir ainda mais a margem de lucro da companhia. O aumento da concorrência, entretanto, não deverá reduzir o ritmo acelerado de vendas da empresa, que tem como foco o público da classe C. Em 2007, a Positivo comercializou 1,38 milhão de computadores, volume 66% superior ao registrado em 2006. O resultado garantiu à companhia uma receita bruta de 2,09 bilhões de reais, valor 54% acima do alcançado no ano anterior.

No acumulado de 2008, as ações da Positivo contabilizam desvalorização de 50,6%. O baixo valor dos papéis, na avaliação da Ativa, configura uma boa oportunidade de compra para os investidores. Na comparação com outras empresas do setor, a Positivo apresenta um grande desconto. A relação preço/lucro – que mostra o tempo necessário para que o investidor recupere seu investimento – da Positivo é de 6,4 anos, enquanto a média do setor é de 20,4 anos.

Clique aqui e veja mais informações sobre as ações da Positivo Informática na Central do Investidor.