As empresas que se tornaram ainda mais valiosas em julho

Levantamento produzido pela Economatica, a pedido de EXAME.com, mostra as companhias que mais ganharam valor de mercado no último mês

São Paulo — O Bradesco liderou em julho o ranking das empresas que mais ganharam valor de mercado. O banco terminou o mês valendo 183,58 bilhões de reais — 13,96 bilhões de reais a mais do que o registrado no final de junho.

Em termos simples, o valor de mercado de uma empresa é obtido ao multiplicar o número de ações que ela tem na bolsa pelo valor dos papéis. Em julho, as ações preferenciais do Bradesco registraram alta de 7,06%.  Já as ordinárias acumularam ganhos de 8,84% no período.

Na última semana, a companhia informou ao mercado que seu lucro líquido no segundo trimestre do ano foi de 3,911 bilhões de reais. O valor é 5,4% maior que o registrado do mesmo período de 2016.

Também pesou a favor das instituições financeiras a decisão do Bacen de cortar mais um ponto da taxa Selic, que atualmente está em 9,25%. A perspectiva é de que, com a queda dos juros, a concessão de crédito aumente e a inadimplência diminua.

Veja na tabela abaixo as 15 companhias que se tornaram ainda mais valiosas no último mês. Os números são de um levantamento produzido pela provedora de informações financeiras Economatica, a pedido de EXAME.com.

Empresa Valor de mercado em 30/06 Quanto ganhou em valor de mercado em junho
Bradesco R$ 183,58 bilhões R$ 13,96 bilhões
Ambev R$ 300,79 bilhões R$ 13,19 bilhões
Vale R$ 157,10 bilhões R$ 11,77 bilhões
Petrobras R$ 177,15 bilhões R$ 9,61 bilhões
Banco do Brasil R$ 79,92 bilhões R$ 5,29 bilhões
Cielo R$ 70,67 bilhões R$ 4,06 bilhões
Braskem R$ 29,10 bilhões R$ 3,87 bilhões
Itaú Unibanco R$ 228,31 bilhões R$ 3,60 bilhões
Pão de Açúcar R$ 20,53 bilhões R$ 3,20 bilhões
JBS R$ 21,01 bilhões R$ 3,19 bilhões
Telefônica Brasil R$ 73,80 bilhões R$ 2,88 bilhões
Magazine Luiza R$ 7,80 bilhões R$ 2,35 bilhões
Rumo R$ 13,84 bilhões R$ 2,26 bilhões
Lojas Americanas R$ 23,23 bilhões R$ 2,14 bilhões
Tim R$ 25,75 bilhões R$ 2,05 bilhões

Veja também