As ações mais baratas da Bolsa

Veja uma lista com as ações do Ibovespa que atualmente estão "baratas"; levantamento leva em conta a relação preço/valor patrimonial

 São Paulo — As empresas que aparecem na lista abaixo têm algo em comum. Todas são negociadas, atualmente, abaixo do seu valor patrimonial na Bolsa. Isso significa que os investidores estão pagando pelas ações dessas companhias menos do que elas valem, se for levado em consideração  a soma de seus patrimônios.

Para saber se uma ação está “barata” é necessário observar o múltiplo preço/valor patrimonial (P/VPA). Se o resultado dessa relação for maior que um, a empresa pode estar “cara” na Bolsa. Da mesma forma, se o resultado for menor que um, a ação deve estar “barata”.

É preciso salientar que a interpretação de caro e barato deve levar em conta outros fatores que não são considerados no múltiplo P/VPA.

O valor patrimonial não incorpora, por exemplo, bens intangíveis, como patentes ou softwares da companhia. Por isso o indicador não deve ser o único considerado para a tomada de decisão de investimento

Veja abaixo as ações do Ibovespa mais “baratas”. Os números são de um levantamento produzido pela provedora de informações financeiras Economatica a pedido do site EXAME.

Empresa Ação P/VPA Retorno em 2018
Copel CPLE6 0,43X 1,96%
Eletrobras ELET3 0,62X 10,86%
Eletrobras ELET6 0,73X 10,04%
Cemig CMIG4 0,75X 15,28%
Metalúrgica Gerdau GOAU4 0,77X 21,59%
Petrobras PETR4 0,97X 20,50%
Cyrela CYRE3 0,98X 13,24%
BR Malls BRML3 0,98X -4,40%