As 10 ações que mais subiram e caíram nesta semana

Usiminas dispara 16% e ocupa a liderança do índice no período; Dasa cai 4%

São Paulo – A semana tinha tudo para ser mais uma de piora nas expectativas para uma solução da crise na zona do euro, principalmente na Espanha. A bolsa de Madri enfrentou várias sessões de forte baixa e os títulos de 10 anos da dívida do país superaram os 7% e rumavam para a estratosfera.

Mas o cenário se inverteu na quinta-feira após um discurso do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, enfatizar que está comprometido com a manutenção da moeda única. As bolsas subiram forte nas últimas duas sessões.

Draghi, conhecido como “Super Mario” por ter evitado a quebra do seu país em 1990, disse está pronto para fazer o que for preciso para salvar a moeda do bloco. Hoje, o presidente do Banco Central Europeu recebeu o apoio do presidente francês, François Hollande e da chanceler alemã, Angela Merkel.

A expectativa agora é para uma conversa decisiva entre Draghi e o presidente do Bundesbank Jens Weidmann, o Banco Central alemão, que pode definir as medidas que serão implementadas.

Usiminas

Os papéis (USIM5) da siderúrgica dispararam quase 16% na semana, muito acima do Ibovespa, que subiu 5,7%. Os investidores aguardam o resultado da empresa que será apresentado na segunda-feira, após o fechamento dos mercados. A receita líquida da Usiminas deve crescer 7% neste trimestre, sobre o primeiro, e somar 3 bilhões de reais, segundo o HSBC. Este desempenho, porém, virá acompanhado de uma deterioração no perfil de produtos vendidos pela siderúrgica, de acordo com o banco.

Código Empresa/Tipo Preço (R$) Variação (%)
USIM5 Usiminas PNA 6,63 16,11
MRFG3 Marfrig ON 9,74 14,32
RSID3 Rossi ON 4,51 13,6
GFSA3 Gafisa ON 2,57 13,22
CYRE3 Cyrela Realty ON 15 12,7
BVMF3 BM&FBovespa ON 11,89 12,59
ITSA4 Itaúsa PN 9,7 12,4
PDGR3 PDG Realty ON 3,6 12,15
TIMP3 TIM ON 9,3 11,78
GOLL4 GOL PN 9,47 11,67
DASA3 Dasa ON 11,6 -4,13
ELPL4 AES Eletropaulo PN 19,65 -0,76
BRAP4 Bradespar PN 30,4 -0,65
VALE3 Vale ON 37,55 -0,35
VALE5 Vale PNA 36,8 -0,22
CIEL3 Cielo ON 61,85 -0,16
EMBR3 Embraer ON 12,97 -0,15

Na prática, isso significaria uma maior parcela de produtos direcionados para o mercado interno, o que pressionaria as margens. Por isso, o ebitda projetado é de 193 milhões de reais, apenas 2% acima do primeiro trimestre. Já a margem de ebitda ficaria em 6,2%, ou 0,3 ponto percentual menor.

Dasa

A Diagnósticos das Américas (DASA3), por outro lado, amargou a pior posição do índice, com uma desvalorização de 4,13%. O mercado também opera na expectativa pelos números da empresa, que serão apresentados no dia 13 de agosto, também após o fechamento dos mercados.

Segundo o HSBC, a Dasa ainda enfrenta problemas na consolidação de todos os seus call centers do Rio de Janeiro em uma única central de atendimento. Com isso, o volume de exames mais sofisticados, que requerem agendamento prévio, foi afetado. Como esses exames apresentam preços e margens mais elevados, o menor volume pode afetar os resultados da Dasa.