As 10 ações que mais caíram e subiram na semana

Papéis da Marfrig caem 9,5% e da MRV disparam 17,3%

São Paulo – Os mercados financeiros em todo o mundo viveram uma semana de alívio. As bolsas subiram com uma ação coordenada dos principais bancos centrais do mundo, além de um conjunto de notícias favoráveis da economia chinesa, americana e também com o anúncio de um pacote de estímulos no Brasil.

O Ibovespa terminou a sexta-feira com uma valorização acumulada de 5,45%. Na Europa, as bolsas da região tiveram a maior alta semanal desde o final de 2008.

O Banco Central da China iniciou na quinta-feira um movimento de afrouxamento monetário pela primeira vez em três anos. Além disso, seis dos mais influentes BCs do mundo agiram coordenadamente para garantir a liquidez dos mercados financeiros. Por aqui, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, deu a sua contribuição local com a eliminação de um imposto de 2% sobre a aplicação de estrangeiros em ações e criou uma série de incentivos econômicos.

Nesta sexta-feira, a economia deu um sinal de que está em recuperação. A taxa de desemprego caiu de 9% para 8,6%. É o resultado mais baixo desde março de 2009. Foram criadas 140 mil vagas em novembro, enquanto a expectativa era de 123 mil.

Quedas

As ações do Marfrig, que tiveram o 3º melhor desempenho de novembro, ficaram com o posto de pior desempenho da semana. O frigorífico anunciou no dia 11 de novembro ter registrado um prejuízo de 687,2% maior no terceiro trimestre de 2011 em comparação com o mesmo período de 2010, ficou no topo do índice nesta semana. O resultado registrou um aumento de 169,3% no Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortizações), para 637 milhões de reais.

Empresa Código Preço (R$) Var. Sem. (%) Var. Ano (%)
MRV MRVE3 12,45 17,34 -19,21
Cyrela CYRE3 15,99 15,04 -25,29
GOL GOLL4 14,08 14,75 -43,41
Santander SANB11 14,6 13,44 -32,31
Itaú Unibanco ITUB4 33,27 12,78 -13,86
Itaúsa ITSA4 10,91 12,28 -14,32
Telemar Note Lestre TMAR5 45 12,22 -4,02
Telemar TNLP3 20,55 11,68 -35,24
BM&FBovesoa BVMF3 10,55 11,4 -15,25
ALL ALLL3 9,05 11,18 -39,26

Os papéis, contudo, caíram 9,5% nesta semana após questionamentos sobre o balanço da empresa e a retirada da ação do índice MSCI Brasil. O Marfrig disse em uma nota que o desempenho foi “reflexo da realização de lucros e de ajustes no índice MSCI. Adicionalmente, destaca-se o elevado volume de negociações – aproximadamente três vezes acima da média”.

Altas

O setor imobiliário esteve entre os destaques de alta da bolsa nesta semana. O governo anunciou que a classificação de imóvel popular para ingresso no Regime Especial de Tributação (RET) da Construção Civil aplicável às incorporadoras imobiliárias com projetos no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida subiu de 75 mil para 85 mil reais.

Empresa Código Preço (R$) Var. Sem. (%) Var. Ano (%)
Marfrig MRFG3 7,97 -9,53 -48,18
Usiminas USIM3 18,49 -6,14 -13
Hering HGTX3 36 -2,96 35,27
CCR CCRO3 11,43 -2,72 1,38
Redecard RDCD3 28,73 -2,05 46,53
PDG PDGR3 6,42 -1,53 -35,7
CPFL CPFE3 22,65 -1,39 16,62
Souza Cruz CRUZ3 22,74 -1,34 33,23
Cemig CMIG4 29,37 -0,44 16,28
Usiminas USIM5 10,62 0,19 -44,16

A mudança traz impacto para diversas empresas de construção, explicam os analistas da Ativa Corretora Armando Halfeld, Artur Delorme, Julia Monteiro e Luciana Leocadio. As mais expostas ao Minha Casa Minha Vida são MRV, Direcional e Rodobens, ressaltam.