Arábia Saudita nega que tenha cancelado IPO da Saudi Aramco

O governo afirmou que pretende listar a Saudi Aramco em algum momento do futuro quando as condições de mercado forem favoráveis

Dubai – A Arábia Saudita afirmou hoje que continua comprometida a listar a Saudi Aramco em algum momento do futuro, negando relatos de que teria desistido de lançar uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de ações da petrolífera nacional.

Em comunicado, o ministro de Energia saudita, Khalid al-Falih, disse que o governo irá listar a Saudi Aramco quando as condições de mercado forem favoráveis e a petrolífera concluir a aquisição multibilionária de uma companhia do setor químico.

Recentemente, foram publicadas matérias sobre a suposta decisão do governo saudita de cancelar o IPO. No mês passado, o The Wall Street Journal relatou que os preparativos para o IPO haviam sido interrompidos e que autoridades sauditas mostraram dúvidas sobre a possibilidade de a listagem ir adiante.

Fontes com conhecimento do processo reiteraram nesta quinta-feira que o IPO não deve acontecer no curto prazo. Os coordenadores da operação – HSBC, JPMorgan Chase e Morgan Stanley – direcionaram seus recursos para outros projetos, embora a Arábia Saudita não tenha oficialmente cancelado a listagem.

Os recursos do IPO, que podem chegar a até US$ 100 bilhões, irão para o fundo soberano saudita, de modo a diversificar a economia do país e reduzir sua dependência em relação ao petróleo.

Veja também