Apple cai 7% em Frankfurt pela doença de Steve Jobs

Papéis da empresa despencaram na bolsa alemã depois que CEO divulgou sua licença médica

Frankfurt – A Apple recuou nesta segunda-feira 7% na Bolsa de Frankfurt depois que seu executivo-chefe e co-fundador, Steve Jobs, anunciasse novo pedido de licença médica temporária para concentrar-se em seus problemas de saúde.

As ações da Apple desciam por volta das 13h30 (de Brasília) 7%, cotado a 242 euros.

Jobs permanecerá “envolvido nas decisões estratégicas” da companhia, apesar do afastamento temporário, como anunciou em comunicado enviado aos empregados.

No documento explica que comitê executivo da Apple havia outorgado “uma permissão temporária para concentrar-se em sua saúde”, mas que continuará como executivo-chefe.