Após resultados, Coinvalores reduz recomendação para Marisa

Fator também não gostou dos números e reforçou recomendação de manutenção

São Paulo – O mercado parece não ter gostado do resultado de 2011 da Lojas Marisa (AMAR3). A empresa divulgou os números na noite de ontem e há pouco os papéis da empresa registravam queda de 3,09%. “Acreditamos que o resultado abaixo do esperado provocará reduções no preço da ação da companhia no dia de hoje”, afirma Sandra Peres, analista da Coinvalores, em relatório.

Após analisar a queda de 14,9% no lucro da companhia em 2011, a analista decidiu rebaixar a recomendação para o papel de “compra” para “manutenção”.

Em outro relatório, os analistas Renato Prado e Ronaldo Kasinsky, da Fator Corretora, também destacam que o desempenho da companhia veio fraco e abaixo das estimativas. Eles reiteraram a recomendação de “manutenção” para os papéis com preço-alvo estimado em 26,29 reais, potencial de valorização de 17%. “Acreditamos que o fraco desempenho de vendas e a piora no resultado das operações financeiras terão impacto negativo sobre o desempenho das ações da Marisa no curto prazo”, afirmam.

Além do desaquecimento da economia, os papéis da empresa foram muito afetados por um agressivo plano de expansão. A empresa abriu 59 lojas em 2011, o que demanda investimentos na expansão e publicidade e reduz os ganhos da empresa. Antes desse impacto, a companhia registrou lucro bruto de varejo 15,3% maior que em 2010.

Os gastos com expansão podem continuar durante 2012. A companhia tem planos de continuar com essa estratégia e deve abrir ao menos 33 novas lojas neste ano.