Após resultado do 1º turno, Bolsa fecha com maior alta diária desde 2016

Com a alta das ações de companhias de controle estatal, como Petrobras, que avançaram quase 11%, a bolsa fechou com 86.186,25 pontos

São Paulo – O Ibovespa fechou com a maior alta diária desde 2016 nesta segunda-feira, puxado pelas ações de companhias de controle estatal, como Petrobras, que avançaram quase 11 por cento, em sessão com volume financeiro recorde, após o resultado do primeiro turno da eleição presidencial reforçar o favoritismo de Jair Bolsonaro, do PSL, no segundo turno, em 28 de outubro.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa chegou a subir 6 por cento no começo do pregão, superando 87 mil pontos, máxima intradia desde março, mas encerrou com acréscimo de 4,69 por cento, a 86.186,25 pontos, segundo dados preliminares.

O volume financeiro no pregão somava 27,6 bilhões de reais, recorde para um dia em sessão sem vencimento de opções. O giro recorde, de 17 de dezembro de 2014, foi de 44 bilhões de reais, em dia de exercício de opções. Excluindo-se o exercício, o volume no mercado à vista naquela data somou 26 bilhões de reais, máxima histórica anterior.