Após Fed cortar juros, bolsas dos EUA têm pior queda desde maio

Recuo nos índices americanos ocorrem depois de declarações do chairman do Fed, Jerome Powell, terem diminuído expectativas de cortes adicionais de juros

Nova York – Os índices Dow Jones e S&P 500 sofreram nesta quarta-feir, 31,a a maior queda diária desde o último dia 31 de maio, depois de declarações do chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, terem diminuído expectativas de cortes adicionais de juros, após o Fed ter confirmado estimativas e reduzido a taxa básica nesta sessão pela primeira vez em uma década.

O Dow Jones caiu 1,24%, para 26.861,76 pontos. O S&P 500 perdeu 1,10%, para 2.980.11 pontos. E o Nasdaq Composto recuou 1,19%, para 8.175,42 pontos.