Apesar de negar reestruturação, Oi afunda quase 9% na bolsa

Segundo a Veja, a companhia contratou o banco Rothschild para fazer reestruturação da sua dívida

São Paulo – As ações preferenciais da Oi registravam perdas de 8,81% na tarde desta segunda-feira. Os papéis eram negociados por 3,52 reais.

O mercado repercute a notícia de que a companhia teria contrato o banco Rothschild para fazer reestruturação da sua dívida, segundo a publicação da revista Veja.

Em comunicado enviado ao mercado, a Oi negou e disse que não há discussão em andamento sobre o assunto.

Disse ainda que o banco Rothschild & Sons foi contratado para realizar trabalho de avaliação para a otimização da utilização dos recursos recebidos na venda da PT Portugal SGPS S.A., com o objetivo de alongamento dos prazos e melhoria do perfil de endividamento da Companhia.

No ano, as ações da Oi acumulam queda de quase 60%.