Apesar de leilão, ações da Cemig disparam e empresa vale R$ 11 bi

Na semana, as ações da companhia acumularam alta de quase 9%

São Paulo – Os investidores da Cemig viveram fortes emoções nesta semana. As ações oscilaram devido ao leilão das hidrelétricas cujos contratos expiraram.

Na semana, as ações da companhia acumularam alta de 8,41%. Com isso, o valor de mercado da estatal passou de 10,30 bilhões de reais para 11,14 bilhões de reais, um aumento de quase 840 milhões de reais em apenas cinco dias. Os números são da Economatica.

A Cemig conseguiu por meio de decisão judicial suspender o leilão das usinas que estava marcado para o dia 27 de setembro. Com isso, a companhia ganha tempo para conseguir empréstimos para renovar os contratos.

Com o leilão, o governo pretende arrecadar 11 bilhões de reais. Nesta semana, o Ministério de Minas e Energia mudou a configuração do leilão. De acordo com a publicação do Diário Oficial, o leilão terá quatro lotes — um de cada usina. Serão leiloadas as usinas de Jaguara, Miranda, Volta Grande e São Simão.

Inicialmente, as concessões seriam leiloadas em um único pacote e os investidores só poderiam fazer ofertas iniciais caso não houvesse uma proposta pelo bloco completo.

No ano, as ações da Cemig acumulam valorização de 14%.