Anhanguera busca entrada no Novo Mercado e emitirá 20 mi de ações

Companhia também buscará aprovar a conversão da totalidade de seus papéis preferenciais em ações ordinárias

São Paulo – A Anhanguera Educacional Participações anunciou na noite de quarta-feira a convocação de assembleia geral extraordinária em 29 de outubro para aprovar o ingresso da companhia no segmento Novo Mercado da BM&FBovespa.

Na ocasião, a companhia também buscará aprovar a conversão da totalidade de seus papéis preferenciais em ações ordinárias, na proporção de 1 para 1. Com isso, seriam extintas as Units da empresa.

A Anhanguera recomendará, ainda, o grupamento das ações ordinárias na proporção de 7 para 1 nova ação, “de forma a manter a continuidade das negociações das ações de emissão da companhia em bolsa de valores”, afirma a empresa em documento ao mercado.

Na quarta-feira, o conselho de administração da companhia também aprovou a emissão de ao menos 20 milhões de ações ordinárias por meio de oferta pública de distribuição primária. Também serão realizados esforços de colocação no exterior, de acordo com o documento.

Essa operação pode levantar 660 milhões de reais, considerando o preço de fechamento da unit da Anhanguera na quarta-feira, de 33 reais.

A quantidade de ações ordinárias inicialmente ofertada poderá ser acrescida em 20 por cento, segundo a Anhanguera. O coordenador líder da oferta também terá “o direito de exercer uma opção de distribuição de lote suplementar de novas ações ordinárias (…) equivalentes a até 15 por cento das ações ordinárias inicialmente ofertadas”, acrescenta a empresa.

Os recursos obtidos serão destinados principalmente ao financiamento do plano de expansão da companhia, incluindo aquisições.

Leia mais notícias sobre o setor de educação

Siga as últimas notícias de Mercados no Twitter