“Ameaça Disney” e fuga de clientes: Netflix perde US$ 20 bilhões em 2 dias

Ações da pioneira do streaming recuaram mais de 12% nesta quinta e pressionaram os índices S&P 500 e Nasdaq

A companhia pioneira de streaming Netflix já perdeu 20 bilhões de dólares em valor de mercado em dois dias, enquanto enfrenta sua pior fase desde 2011, com novos concorrentes ameaçando roubar a liderança conquistada nos serviços de vídeos online.

As ações despencam desde o after market (negociações após o fechamento dos mercados) da véspera, após a empresa divulgar uma queda no número de assinantes nos EUA. É a primeira redução de clientes em oito anos. Nesta quinta, os papéis chegaram a cair 12%, cotados a 320 dólares. 

A empresa também falhou nas metas de conquistar novos assinantes no exterior enquanto aposta seu futuro na expansão global. Este ano, a maior investida da Netflix foi a terceira temporada da série Stranger Things, que conquistou uma vasta audiência, mas não o bastante para segurar a base de assinantes.

“A Netflix não fez nada para acalmar as preocupações dos investidores em relação às perspectivas de resultados que deverão ocorrer nas próximas semanas”, disse à Reuters Mark Luschini, estratega-chefe de investimentos da Janney Montgomery Scott, na Filadélfia.

Maior que a Disney

Em maio do ano passado, a Netflix chegou a ultrapassar a Disney como a empresa de mídia mais valiosa do mundo ao alcançar US$ 152 bilhões, mas a liderança durou pouco. A companhia chegou ao pico de US$ 182 bilhões em julho de 2018, mas foi perdendo valor de mercado e vacila desde que sua concorrente anunciou que vai lançar sua própria plataforma de streaming em novembro nos EUA. 

Em pouco mais de um ano, a Disney ganhou mais de US$ 100 bilhões em valor de mercado, com a ofensiva de desbancar sua concorrente nos serviços de vídeo online vista pelo mercado como um tiro certeiro. Hoje, a gigante do entretenimento vale acima de US$ 250 bilhões.

“A Netflix  tem um caminho difícil pela frente, com competição crescente”, disse à Bloomberg nesta quinta o analista da EMarketer Inc, Eric Haggstrom.

O recuo da Netflix pressionou os índices S&P 500 e o Nasdaq. As perdas da Netflix também arrastaram o índice que reúne o setor de serviços de comunicação, que está entre os de melhor desempenho no S&P no ano, para uma queda de 1,20%.

Os índices de ações dos EUA caíam nesta quinta, com os investidores à espera de mais desdobramentos da tensão comercial entre EUA e China, que atravessa um novo capítulo após o governo Trump sinalizar que o acordo entre os países não evoluiu.