Ágora reduz recomendação da Queiroz Galvão E&P para ‘manutenção’

Corretora destacou resultados do quarto trimestre de 2011 e da exploração na Bacia de Santos

São Paulo – A Ágora, corretora do banco Bradesco, reduziu a recomendação para os papéis da Queiroz Galvão Exploração e Produção (QGEP3) de “comprar” para “manter”. O preço-alvo está estimado em 17,20 reais para o final de 2012, um potencial de valorização de 10,3%.

Em relatório distribuído para clientes, o analista Luiz Otávio Broad destacou os resultados “fracos” da empresa e os “decepcionantes resultados exploratórios” no maior bloco do portfólio da companhia, na Bacia de Santos.

“Esperamos que os resultados operacionais da empresa melhorem este ano em função da plena operação do campo de Manati [Bahia]”, afirma o analista.

A Queiroz Galvão teve lucro líquido consolidado de 23,9 milhões de reais no quarto trimestre, mais que o dobro do montante obtido no mesmo período de 2010.

Ontem, o dia foi de forte queda para a empresa, que perdeu mais de 18% durante o pregão. 
http://d1nfmblh2wz0fd.cloudfront.net/items/loaders/loader_1063.js?aoi=1311798366&pid=1063&zoneid=14729&cid=&rid=&ccid=&ip=

http://d1nfmblh2wz0fd.cloudfront.net/items/loaders/loader_1063.js?aoi=1311798366&pid=1063&zoneid=14729&cid=&rid=&ccid=&ip=http://d1nfmblh2wz0fd.cloudfront.net/items/loaders/loader_1063.js?aoi=1311798366&pid=1063&zoneid=14729&cid=&rid=&ccid=&ip=