Ágora eleva projeções para ações da Petrobras

Com aumento na produção de petróleo, corretora prevê alta de 26% para papéis da companhia em 2008

A corretora Ágora revisou para cima suas projeções para as ações da Petrobras neste ano. A instituição prevê um aumento de 6,6% na produção de petróleo em 2008, que chegaria a 1,91 milhão de barris por dia. Até 2013, a previsão é de crescimento anual médio de 6%. Com isso, as ações da companhia, na avaliação da Ágora, apresentam um potencial de valorização de 25,7% em 2008, podendo chegar ao final do ano cotadas a 66 reais.

“Consideramos que suas ações (da Petrobras) estão atrativas em função das perspectivas positivas de crescimento da produção de petróleo e gás natural para os próximos anos. Também destacamos o forte potencial de novas reservas de petróleo na camada pré-sal no Brasil. Estes dois fatores diferenciam a Petrobras das demais empresas do setor”, afirma a Ágora em relatório.

Os sucessivos recordes de preço do petróleo também contribuem para a valorização dos papéis. Há seis anos consecutivos o produto vem subindo no mercado internacional e, neste ano, estabeleceu um novo patamar de preço, devendo encerrar 2008 com um reajuste de 61%, segundo a Ágora. E, ao que tudo indica, a alta deve continuar. A combinação de aumento na demanda mundial com a baixa oferta do produto deve manter os preços elevados. De acordo com a Agência Internacional de Energia, a demanda global por petróleo crescerá 1,2% em 2008. Além disso, a contínua desvalorização do dólar propicia o aumento do preço do produto, “assim como o movimento especulativo dos fundos de investimentos e os constantes riscos geopolíticos”, destaca a corretora.

Nesta sexta-feira (23/5), os papéis preferenciais da Petrobras (PETR4) fecharam cotados a 52,51 reais, em queda de 3,71%. As ações ordinárias recuaram 3,77%, finalizado o dia a 59,95 reais. No ano, as ações preferenciais acumulam alta de 19,56%, enquanto as ordinárias sobem 19,30%. O Ibovespa, no período, registra valorização de 13,16%.