Ágora eleva para 34% previsão de ganhos com ações da Usiminas

Na avaliação da corretora, papéis podem chegar a R$ 111,34 até o final do ano

ioA corretora Ágora revisou para cima suas projeções para as ações da Usiminas (USIM5). A instituição incluiu em sua avaliação os resultados do primeiro trimestre de 2008 e as recentes perspectivas para os setores de siderurgia e mineração.

De acordo com a corretora, as ações da Usiminas ainda têm potencial para subir mais 33,6% neste ano, podendo chegar ao final de dezembro cotadas a 111,34 reais. Desde o início de 2008, elas acumulam alta de 56%.

Um dos fatores que fazem do papel uma boa opção de compra, segundo a Ágora, é o desconto em relação às outras empresas do setor, tanto nacionais quanto estrangeiras. Além disso, a corretora reajustou em 27% sua projeção para o preço médio da placa de aço no mercado à vista neste ano. Para o mercado interno, a expectativa é de que haja um novo aumento de preços dos produtos siderúrgicos no segundo semestre – dessa vez em torno de 15%. Em maio, os preços subiram 12%, em média, após já terem sido reajustados em 9% em março.

Os resultados da mineradora J. Mendes, comprada em fevereiro pela Usiminas, deve começar a influenciar os resultados da siderúrgica a partir do segundo trimestre. Mas, somente a partir de 2014 a companhia produzirá minério de ferro em quantidade acima de suas necessidades. É esperado um aumento de 30% nos preços da matéria-prima em 2009 e outro de 10% em 2010. Os custos com carvão também devem ter forte alta, de 176% em 2008, segundo a Ágora.

Nesta sexta-feira, as ações da Usiminas encerraram o pregão na Bovespa em queda de 0,79%, cotadas a 83,33 reais.

Veja o relatório completo da Ágora.