Ações europeias têm máxima de 3 semanas por Espanha

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 0,50%, aos 1.118 pontos

Londres – O mercado de ações europeu alimentou nesta quarta-feira suas máximas em três semanas, com a bolsa de Madri e papéis do setor bancário impulsionados por notícias de que a Espanha escapou de ter seu rating rebaixado para a categoria “junk” e esperanças de que o país logo venha a pedir um resgate internacional.

Segundo números preliminares, o índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 0,50 por cento, aos 1.118 pontos. Já o indicador das blue chips da zona do euro Euro STOXX 50 avançou 0,9 por cento, para 2.570 pontos.

A agência de classificação de risco Moody’s ratificou na terça-feira, após o fechamento dos mercados, o rating soberano de grau de investimento da Espanha, assumindo que Madri deverá pedir formalmente ajuda e engatilhar o programa de compra de títulos do Banco Central Europeu.

“Se vai ser amanhã, em um semana ou em duas semanas que a ajuda será dada à Espanha… ela tem de ser feita”, avaliou o estrategista-chefe do Cholet Dupont, Vincent Guenzi.

Enquanto a situação na zona do euro melhora, o mercado pode ver um maior retorno às compras, completou Guenzi, com o humor também apoiado por um cenário econômico mais afiado nos Estados Unidos.

“Há muitos participantes que ainda estão com investimentos baixos em ações europeias… Acho que vamos além e fechar o ano em um nível mais alto”, acrescentou, estimando que o índice Euro STOXX 50 encerre 2012 no patamar de 3.800 pontos.

Por regiões, as que registraram os melhores desempenhos nesta quarta-feira foram Madri, Milão e Atenas, que teve seu índice referencial atingindo máximas em 13 meses.

Em LONDRES, o índice Financial Times subiu 0,69 por cento, a 5.910 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX teve alta de 0,25 por cento, para 7.394 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 avançou 0,76 por cento, a 3.527 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib ganhou 1,56 por cento, para 16.233 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 subiu 2,37 por cento, a 8.128 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 teve ganhos de 0,39 por cento, para 5.440 pontos.