Ações europeias têm leve alta após abertura em queda

O STOXX 600 teve uma queda de 7% neste mês, tendo o pior desempenho mensal desde agosto de 2015

Londres – As bolsa europeias tinham leve alta nesta terça-feira, sustentadas por ações de energia e de consumo, depois de abrirem em queda com nova onda de vendas causadas pela decisão britânica de deixar a União Europeia (UE).

Às 8h03 (horário de Brasília) o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 subia 0,14%, a 1.292 pontos.

O índice pan-European STOXX 600 index tinha alta de 0,42%. Ambas estavam cerca de 10% mais baixas do que no começo de 2016.

O STOXX 600 teve uma queda de 7% neste mês, tendo o pior desempenho mensal desde agosto de 2015.

O índice caiu 11% entre os dias 24 e 27 de junho, mas se recuperou 6% na terça e quarta-feira, ajudado pelos sinais de que os políticos não estavam com pressa para começar a saída formal do Reino Unido da UE.

As ações dos bancos sofriam. Os papéis do Deutsche Bank e do Santander caíam 2,% e 1,2%, respectivamente, após suas unidades nos Estados Unidos fracassarem no teste de estresse norte-americano novamente neste ano.

O Royal Bank of Scotland, que caiu mais de 30% desde o resultado da votação no dia 24 de junho mostrou que o Reino Unido optou por deixar a UE, caía 4,8% depois que o Morgan Stanley cortou a classificação de suas ações de “overweight” para “equal weight”.