Ações têm fraqueza e Vodafone recua após resultados

Segunda maior operadora de rede de telefonia móvel do mundo, recuava após divulgar enormes custos de baixas contábeis

Londres – O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 mostrava fraqueza nesta terça-feira uma vez que a Vodafone, a segunda maior operadora de rede de telefonia móvel do mundo, recuava após divulgar enormes custos de baixas contábeis.

Às 8h19 (horário de Brasília), a Vodafone perdia 4 por cento, depois de ter registrado 6,6 bilhões de libras (11 bilhões de dólares) em baixas contábeis por causa de uma competição feroz e de mudanças regulatórias na Europa.

O índice FTSEurofirst 300, que na semana passada atingiu máxima de seis anos de 1.372 pontos, tinha variação positiva de 0,03 por cento a 1.359 pontos.

Contrariando a queda, o Credit Suisse avançava 1,0 por cento após concordar em pagar uma multa de 2,5 bilhões de dólares para autoridades dos Estados Unidos por ajudar norte-americanos a sonegar impostos. Alguns analistas disseram que a questão estar resolvida era um alívio para investidores.