Ações se livram de fraqueza inicial e fecham em alta

Ações ainda rumavam para a quarta semana consecutiva de desvalorização em meio a preocupações sobre o crescimento global

Sydney – As ações asiáticas fecharam em alta nesta sexta-feira, com recuperação das ações em Hong Kong das mínimas de vários meses, mas ainda rumavam para a quarta semana consecutiva de desvalorização em meio a preocupações sobre o crescimento global.

Incertezas sobre os dados de empregos dos Estados Unidos fora do setor agrícola, que serão divulgados nesta sexta-feira, e volumes menores com o fechamento por feriados públicos de diversos centros importantes, incluindo a Índia e a China, contribuíram para uma sessão volátil.

Às 7h36 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,49 por cento, mais ainda registrava recuo de mais de 1 por cento na semana.

O índice despencou cerca de 7,8 por cento nas últimas quatro semanas, marcando o pior desempenho em mais de um ano. O índice japonês Nikkei teve alta de 0,3 por cento, enquanto o índice Hang Seng de Hong Kong subiu 0,57 por cento, recuperando-se de queda de mais de 1 por cento durante a sessão.

“Conforme começávamos (a sessão) hoje, havia risco de isso acontecer. Operadores diziam que havia um pouco de valor no mercado… hoje cabeças mais frias prevaleceram”, disse o estrategista-chefe de mercados da IG, Chris Weston.

A recuperação nos papéis asiáticos ocorreu mesmo após o Banco Central Europeu (BCE) decepcionar investidores na quinta-feira ao não dar pistas sobre programa de compra de títulos soberanos.