Ações passam a cair após dados de indústria da zona do euro

Às 8h52 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 tinha queda de 0,08 por cento, a 1.367 pontos

Londres – Uma modesta alta de Ano Novo ficou rapidamente para trás nesta sexta-feira e os mercados europeus passaram a cair após dados fracos de indústria da zona do euro em um dia de poucas negociações.

Às 8h52 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 tinha queda de 0,08 por cento, a 1.367 pontos.

Os índices da França, Alemanha e Grã-Bretanha reverteram ganhos iniciais depois de a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) ter mostrado que a produção, novas encomendas e emprego do setor industrial da zona do euro registraram crescimento fraco no final de 2014.

Embora todas as bolsas nacionais estivessem abertas com exceção da Suíça e Hungria, operadores disseram que o dia calmo de operações exagerava as variações de preços.

Os mercados haviam avançado depois que o Banco Central Europeu (BCE) alimentou expectativas de que adotará medidas mais ousadas sobre estímulos neste mês, levando o euro a seu menor nível em quatro anos e meio.

Em Londres, o índice Financial Times recuava 0,01 por cento, a 6.565 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX caía 0,61 por cento, a 9.745 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 perdia 0,02 por cento, a 4.271 pontos. Em Milão, o índice Ftse/Mib tinha valorização de 0,75 por cento, a 19.154 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 registrava alta de 0,7 por cento, a 10.351 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 valorizava-se 1,11 por cento, a 4.852 pontos.