Ações europeias tem forte queda com dados ruins nos EUA

O principal índice da região, o FTSEurofirst 300, fechou em queda de 1,65 por cento, a 1.027,15 pontos, segundo dados preliminares

Londres – As ações europeias tiveram forte queda nesta sexta-feira, depois que os dados de emprego piores que o esperado nos Estados Unidos deram um novo golpe nas expectativas de recuperação da maior economia do mundo.

O principal índice da região, o FTSEurofirst 300, fechou em queda de 1,65 por cento, a 1.027,15 pontos, segundo dados preliminares.

As ações ampliaram as perdas nesta tarde, após os dados que mostraram que os empregadores norte-americanos diminuíram o ritmo de contratações em abril, aumentando as dúvidas sobre a economia do maior mercado para as exportações europeias.

Os setores cíclicos foram os mais atingidos, com recursos básicos e automotivos caindo 3,9 por cento e 3,6 por cento, respectivamente.

Em Londres: o índice Financial Times caiu 1,93 por cento, a 5.655 pontos.

Em Frankfurt: o índice DAX perdeu 1,99 por cento, para 6.561 pontos.

Em Paris: o índice CAC-40 teve queda de 1,9 por cento, a 3.161 pontos.

Em Milão: o índice Ftse/Mib caiu 1,41 por cento, para 13.918 pontos.

Em Madri: o índice Ibex-35 teve alta de 0,35 por cento, a 6.876 pontos.

Em Lisboa: o índice PSI20 perdeu 0,25 por cento, para 5.166 pontos.