Bolsa de Londres sobe impulsionada por tom de Draghi

Londres – As ações europeias fecharam com forte alta nesta quinta-feira, ampliando os ganhos do começo da sessão após o Banco Central Europeu (BCE) enviar uma mensagem “dovish” em sua primeira reunião de política monetária após semanas de turbulências no mercado. O índice FTSEurofirst 300 fechou com alta de 2,37 por cento, a 1.428 pontos.

O índice continua com queda acumulada de mais de 10 por cento desde o começo de agosto, devido às reviravoltas no mercado acionário da China e as perspectivas de uma iminente elevação da taxa de juros nos Estados Unidos.

No entanto, o mercado recuperou-se parcialmente com esperanças de que bancos centrais continuarão adotando medidas expansionistas.

As ações subiram enquanto o euro caía, após o presidente do BCE, Mario Draghi, cortar as projeções de inflação e dizer que o banco central está disposto a ajustar ou estender seu programa de compra de títulos –conhecido como “quantitative easing”, ou QE– se necessário.

“A entrevista coletiva do BCE de hoje foi significativamente mais pessimista em termos do cenário para o crescimento e inflação da zona do euro”, disse o estrategista-chefe da Edison Investment Research, Alastair George. “As declarações de hoje geraram o já tradicional do QE de pressionar a moeda e impulsionar bônus e ativos.”