Ações europeias sobem, com foco na Escócia

Federal Reserve renovou sua promessa de manter as taxas de juros baixas por um "horizonte relevante" de tempo

Paris – As ações europeias avançavam nesta quinta-feira, seguindo ganhos em Wall Street depois que o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, renovou sua promessa de manter as taxas de juros baixas por um “horizonte relevante” de tempo.

As ações no Reino Unido, porém, tinham desempenho abaixo da média, perdendo terreno conforme a votação sobre o referendo escocês sobre a independência prosseguia, mantendo investidores agitados antes do resultado, que é esperado para a sexta-feira.

A pesquisa YouGov para os jornais Times e Sun apontou o apoio pela permanência no Reino Unido em 52 por cento, ante apoio de 48 por cento pela independência.

“No geral, investidores de ações têm sido bastante confiantes sobre o referendo, não vimos nenhuma venda generalizada de ações na Grã-Bretanha antes da votação, embora tenhamos visto investidores se protegendo contra os riscos cambiais em seus portfólios”, disse o operador do Saxo Bank Pierre Martin.

A votação será encerrada às 18h00 (horário de Brasília), e os primeiros resultados devem sair algumas horas depois disso, embora o resultado final possa não ser conhecido até a madrugada da sexta-feira.

Às 7h58 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 avançava 0,79 por cento, a 1.396 pontos.

Na quarta-feira, o Fed reafirmou a promessa de manter as taxas de juros perto de zero por um “horizonte relevante”, e repetiu preocupações sobre a ociosidade no mercado de trabalho, permanecendo firme perante pedidos para que reformulasse seu comunicado de política monetária.