Ações europeias caem com fraqueza das commodities

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 teve queda de 0,25%, a 1.339 pontos

Londres/Milão – Os índices europeus recuaram nesta segunda-feira com a fraqueza das ações de commodities mais do que compensando os ganhos da Bayer e da Telecom Italia.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 teve queda de 0,25%, a 1.339 pontos, enquanto o índice de blue chips da zona do euro Euro Stoxx 50 caiu 0,36% para 3.048 pontos.

A Telecom Italia subiu 3,07%, entre os maiores ganhadores do FTSEurofirst, após a companhia confirmar que seu presidente-executivo renunciou ao cargo, movimento visto como sinal do crescimento da influência do principal acionista, a Vivendi.

As ações da Bayer tiveram alta de 3,26% após pessoas familiarizadas com o assunto dizerem à Reuters que a Monsanto, maior produtora mundial de sementes, aproximou-se da alemã para expressar interesse em sua unidade de ciência agrícola, incluindo potencial aquisição de mais de 30 bilhões de dólares.

As ações de mineradoras e siderúrgicas como as da ArcelorMittal e Glencore caíram conforme os preços dos metais se desvalorizaram. A queda do petróleo também pressionou as ações de companhias de energia, com a Tullow impactada pelo rebaixamento do banco de investimento Jefferies.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em queda de 0,25%, a 1.339 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,08%, a 6.184 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,02%, a 99.948 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,78%, a 4.427 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,46%, a 18.696 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,33%, a 90.021 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,33%, a 5.189 pontos.