Ações europeias de varejo sobem após pessimismo espanhol

O índice FTSEUROFIRST 300, que reúne as principais bolsas europeias, subia 0,52%, com 1.095 pontos

Londres – As ações das grandes empresas de varejo puxaram a alta das ações europeias na quinta-feira, após três dias de perdas, apesar de operadores afirmarem que o rebaixamento da Espanha pode fazer os mercados voltarem para a apertada banda de negociação vista no último mês.

Às 8h24 (horário de Brasília), o índice FTSEUROFIRST 300 , que reúne as principais bolsas europeias, subia 0,52 por cento, com 1.095 pontos, enquanto o índice da zona do euro Euro STOXX 50 também se recuperava de perdas anteriores para subir 0,6 por cento, para 2.471 pontos.

Temores com a crise da dívida soberana da Europa foram realçadas, quando a agência de classificação Standard & Poor’s rebaixou a Espanha na noite de quarta-feira, colocando mais pressão sobre o governo espanhol para buscar um resgate soberano.

O rebaixamento elevou os rendimentos dos bônus espanhóis e também da Itália, e a bolsa espanhola IBEX caía 0,24 por cento.

O grupo de bens de luxo francês LVMH foi o que mais ganhou pontos no índice FTSEurofirst 300, crescendo 3 por cento, na esteira dos ganhos de 8,6 por cento da rival britânica Burberry.